Colocamo-nos de joelhos diante de Ti. Colocamo-nos de joelhos oh Senhor! Somos teu povo e prostrados em tua presença, humilhados, clamamos a ti perdoa-nos Senhor. Invocamos o teu nome meu Jesus e buscamos o teu rosto em oração.! Dos nossos maus caminhos, hoje, queremos converter-nos. Temos feito tanto mal e há tanta dor.

Perdoa-nos, Jesus! Perdoa-nos, oh Deus! Toda esta nação esqueceu-se de Ti ! Cura nossa terra oh Deus
Perdoa-nos, Jesus! Perdoa-nos, oh Deus! Por trilhar outros caminhos ignorando-te Senhor

Fabricamos outros deuses, não há temor. Temos ido atrás de ídolos e hoje temos posto a confiança onde não há esperança: no dinheiro e ganância como um ‘deus’. Nos arrependemos de nossa maldade, por não dar a Ti glória e o teu lugar. Esquecemos de dar graças ao que tudo deu por graça.
Por subestimar a Cruz e tua bondade, perdoa-nos!

Sempre dizemos a Ti: “Senhor, Senhor” mas, quão pouco obedecemos tua voz, pois buscamos tantos sonhos e esquecemos o primeiro que é servir-te e proclamar tua salvação. Sabemos sim fazer o bem, mas hoje é mais fácil ver grandes homens sem unção; o talento é vaidade de um momento. Foi na cruz que o grande evento se passou

Perdoa-nos Jesus! Perdoa-nos pela falta de santidade. Perdoe-nos pelo religiosismo e legalismo. Perdoe-nos pela preguiça, apatia e negligência. Perdoa-nos Jesus! Perdoe-nos pela inconsistência entre o que pregamos e o que vivemos. Perdoa-nos Jesus! Perdoa-nos pela indiferença diante dos necessitados. Ah, nos perdoe. Perdoe-nos por não cumprir a grande missão e estender o seu reino. Perdoe-nos. Perdoe-nos a falta de submissão às autoridades, a rebeldia e a desobediência. Perdoe-nos. Perdoa-nos pelo orgulho, inveja, ciúme, maledicência e as raízes da amargura. Perdoe-nos. Perdoe-nos, querido Jesus, por ceder à pornografia e à imoralidade sexual. Perdoa-nos oh Deus. Perdoe-nos por não reconhecer nossos erros. Perdoe-nos por permitir que o mundo entre na igreja, suas modas, seus costumes, suas filosofias e conceitos. Perdoa-nos pelos falsos apóstolos, pelos falsos profetas. Perdoa-nos pelos falsos evangelistas, pelos falsos pastores. Perdoe-nos pelos falsos mestres, pelos falsos adoradores, pelas falsas ovelhas, pelos falsos crentes. Perdoa-nos Jesus! Perdoa-nos pela hipocrisia, pela dureza de nossos corações, pela apostasia, perdoa-nos. Perdoa-nos por não praticarmos o ministério da piedade. Perdoa-nos, Senhor Jesus Cristo, pelo mau uso dos recursos recebidos, por exercermos mal nossa mordomia. Perdoa-nos, ó Rei. Perdoe-nos por tirar proveito da fé para nós mesmos e acreditar que por dinheiro podemos negociar bênçãos com você. Perdoa-nos oh Deus. Perdoe-nos pelo abuso de poder e autoridade, por acreditarmos que somos donos do seu rebanho. Perdoa-nos Jesus! Perdoa-nos, Senhor, por dar um testemunho tão ruim a uma sociedade que precisa ver a tua face em nossas ações, em nossas vidas. Perdoa-nos, ó Rei. Perdoa-nos, ó Deus, porque muitas vezes oferecemos fogo estranho diante de ti. altar. Perdoe-nos. Perdoa-nos Senhor porque sendo reis e sacerdotes amaldiçoamos nossa terra por causa de nosso pecado e até mesmo com nossas palavras. Perdoe-nos. Perdoa-nos pelos desejos dos olhos, os desejos da carne e a soberba da vida. Perdoe-nos. Perdoe-nos. Clamamos a ti, ó Deus, clamamos para que a tua graça abunde no meio da tua igreja. Que o sangue de Jesus Cristo perdoe nossos pecados e nos purifique de toda a nossa maldade. Que a unção do teu Espírito Santo seja capaz de todos esses jugos de escravidão. Que toda a igreja experimente um novo nascimento, uma verdadeira vida de mudança. Colocar o querer como fazer para o seu bem será todos juntos e unânimes andar sob a direção do seu ungido Espírito Santo todos os dias de nossas vidas. Queremos aprender com você, Jesus, sua mansidão e humildade. Que sua igreja seja conhecida pelo amor e nos torne verdadeiros adoradores em Espírito e verdade.

Perdoa-nos, Jesus! Perdoa-nos, ó Deus!
Toda esta nação te esqueceu / cure nossa terra oh Deus
Perdoa-nos, Jesus! Perdoa-nos, ó Deus!
Por trilhar outros caminhos / te ignorar Senhor

Letra da música: De joelhos diante de Ti – de Arturo Giraldo