Uma irmã, de sangue, de São Pe. Pio, foi consagrada num Convento de Santa Brígida em Roma. Santa Brígida, foi aquela que recebeu de Jesus as promessas, de quem fosse devoto ao Seu Preciosíssimo Sangue, rezando os 7 Pai Nossos em sua honra, receberia 5 graças especiais.

Em uma das orações destes 7 Pai Nossos, é suplicado em reparação pela transgressão dos santos votos e regras das Ordens e Congregações. Sabemos que não são somente os consagrados que possuem votos e regras. Também o Sacramento do Matrimônio possui votos e regras que estão contidos nas promessas do Rito do Matrimônio, que é a fidelidade, a exclusividade, e a fecundidade.

O voto da fecundidade conjugal foi realçado aos olhos do mundo católico, na véspera da Festa de Pentecostes, durante oração do Santo Terço na gruta de Nossa Senhora de Lurdes, no Jardim do Vaticano. Foi muito interessante, que uma das dezenas do Santo Terço, foi convidada para rezar, uma família italiana com um pequeno bebê nos braços, que nasceu durante os dias da pandemia.
É admirável a força viva que continua a fluir nas famílias de raiz católica, que continua a acreditar na vida, mesmo diante de tantas contrariedades. Isto se chama fé e obediência ao mandato Divino, para o Sacramento do Matrimônio.

Há aqueles que se preocupam dizendo: “É loucura trazer a vida diante das condições em que o mundo se encontra”. Dar a vida faz parte da identidade católica. Agora loucura mesmo, é tirar a vida dos inocentes, como foi denunciado nesta semana, pelo site de notícias Católica: onde atualmente , registram-se mais de 17 milhões de abortos no mundo inteiro, desde 1º de janeiro de 2020 até hoje, segundo agências oficiais, o que mostra que o assassinato de bebês antes do nascimento é uma agenda que não descansa, nem nas piores circunstâncias humanitárias”.

Será que o mundo não esta em colapso por conta de tanto sangue derramado nesta terra? O aborto e a contracepção é uma invenção do inferno, como escutou certa vez o padre exorcista Candido Amantini, durante um ritual de exorcismo. Como dizia Santa Teresa de Calcutá: o maior destruidor da paz no mundo é o aborto.

Confiamos ao Sagrado Coração de Jesus uma das emergências deste tempo, o que mais tem tirado a vida e a paz dos homens e mulheres nesta terra, que é a contracepção e o aborto. Que todos, que estão envolvidos nestas práticas alcancem a graça da conversão e arrependimento.

Imaculado Coração de Maria, sede a nossa salvação!

Cleonice Macedo Kamer