Acessibilidade:
Ensinos
Sangue de Cristo, Sangue do Verbo de Deus encarnado, salvai-nos!

O papa João XXIII escreveu, na Carta Apostólica “Inde a Primis”, sobre o preciosíssimo Sangue de Cristo: “Se infinito é o valor do Sangue do Homem-Deus, e se infinita foi a caridade que o impeliu a derramá-lo, na agonia do horto (cf. Lc 22,43), na flagelação e na coroação de espinhos, na subida ao Calvário e na crucifixão, e, enfim, da ampla ferida do seu lado, como símbolo desse mesmo Sangue divino que corre em todos os sacramentos da Igreja, não só é conveniente, mas é também sumamente justo que a ele sejam tributadas homenagens de adoração e de amorosa gratidão, por parte de todos os que foram regenerados nas suas ondas salutares”. São João Paulo II, em sua Carta Apostólica “Angelus Domini”, repetiu as palavras de São João XXIII, e acrescentou: “Uma só gota pode salvar o mundo inteiro de qualquer culpa”.

“Não fostes resgatados a preço de coisas corruptíveis, como prata e ouro, mas pelo sangue precioso de Cristo, como de um cordeiro sem defeito e sem mácula” (1Pd 1,18-20).

Cristo, na última ceia, apresentou o cálice eucarístico como o sangue da Nova Aliança derramado a favor de muitos, em remissão dos pecados; no alto da cruz, depois de ter expirado, um dos soldados abriu-lhe o lado com uma lança e, imediatamente, saiu sangue e água.

Hoje esse Sangue redentor de Cristo está à nossa disposição de muitas maneiras. Em primeiro lugar, pela fé – somos justificados por esse Sangue como ensina São Paulo: “…eis aqui uma prova brilhante de amor de Deus por nós: quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós. Portanto, muito mais agora, que estamos justificados pelo seu Sangue, seremos por ele salvos” (Rm 5,8-9).

Esse Sangue redentor está à nossa disposição, também, no Sacramento da Confissão – pelo ministério da Igreja, o Cristo nos perdoa dos pecados e lava nossa alma com o seu precioso Sangue.

Este Sangue está presente na Eucaristia – Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus. “O cálice de bênção, não é a comunhão do sangue de Cristo? E o pão, que partimos, não é a comunhão do corpo de Cristo?”( 1Cor 10,16).

É pela força do sangue de Cristo que os santos e os mártires deram testemunho de fé e chegaram ao Céu: “Meu Senhor, tu o sabes. E ele me disse: Esses são os sobreviventes da grande tribulação; lavaram as suas vestes e as alvejaram no sangue do Cordeiro” (Ap 7,14 ).

É pelo Sangue derramado que Ele venceu e se tornou Rei e Senhor: “Está vestido com um manto tinto de sangue, e o seu nome é Verbo de Deus… Um nome está escrito sobre o seu manto: Rei dos reis e Senhor dos senhores” (Ap 19, 13 e16).

Por isso, pela fé, oremos:

“Oh! Sangue e Água, que brotastes do Coração de Jesus
como fonte de Misericórdia para nós, eu confio em Vós!”.

Compartilhe este conteúdo:
Casa de Oração São Pio de Pietrelcina
Rua Feijó Júnior,275
São Pelegrino Caxias do Sul / RS - CEP 95034-160
(54) 3028-8881
Sede da Comunidade Oásis
Capela Nossa Senhora Mãe de Deus
Rádios Mãe de Deus AM 1370 e FM 107.9
Endereço: Bairro Pedancino – Caxias do Sul-RS
(54) 3028-3888
[email protected]