Quando começamos a caminhar com Deus numa vida de sincera conversão e no chamado a uma consagração de vida, pensamos que tudo em nossa vida vai mudar para melhor, à nossa maneira de ver e pensar e no nosso tempo, mas vamos vendo com o tempo que não é bem assim.

A gente pensa que em nossa vida tudo vai se resolver segundo a um conceito humano, que nossos problemas serão sanados e dizemos: “agora minha vida vai andar!” Afinal de contas, Deus, que nos chamou, pode tudo solucionar.

Mas nosso Deus não é um Deus de solução, mas sim de salvação. Ele vem com Sua Luz bendita rasgar as trevas do nosso interior e passamos a ver os nossos males e também o mal que está em nossa volta. O que não enxergávamos antes com os olhos do espírito e por isso a nossa vida parecia melhor, sem as grandes batalhas interiores que enfrentamos atualmente para sermos cada vez mais de Deus, porque a intenção contrária a de Deus é de que eu não consiga chegar a ser o bem que eu sou.

Muitas dificuldades e enfrentamentos vivemos na família, no matrimônio e até mesmo dentro da comunidade, no Carisma. Deus usa tudo como matéria-prima para nos fazer crescer, termos maturidade espiritual, para que, na realidade em que vivemos, fazermos a experiência da Sua Palavra e sermos salvos das armadilhas, das mentiras e tentações.

A tribulação nunca nos deixará, porém em Deus temos todo auxílio e salvação. Na hora das provações o Senhor será o nosso maior consolo e viveremos experiências que ninguém nos poderá tirar. A nossa esperança está em Deus e Ele nos salva quando ninguém pode nos salvar.