A Terceira pessoa da Santíssima Trindade, o Espírito Santo, está presente na Igreja, e é Ele quem faz a Igreja e que leva a cabo a sua tarefa santificadora. A nossa ação é a de nos deixarmos guiar por Ele.

Pelo Espírito Santo, nós, cristãos, afirmamos que Jesus é o Senhor. Não podemos dar um passo na vida espiritual sem a Sua poderosa assistência, como diz na sequência de Pentecostes: “Sem a Luz que acode nada o homem pode, nenhum bem há nele.” Ele renova a face da terra, renova o coração dos homens e mulheres que O clamam. Sozinhos não podemos, mas com Ele sim.

Somos chamados a ser templos do Espírito Santo, carregar a Sua chama ardente no nosso seio, possuídos pelo amor divino. Como os apóstolos com aquele fogo que ardia dentro deles, não podiam permanecer em silêncio, e levaram a mensagem do Evangelho.

Essa missão de anunciar, vivida pelos primeiros cristãos, não consistia na elaboração de planos complexos, mas consistia na presença do Espírito Santo no coração deles, no apaixonamento por Cristo Jesus e na santidade pessoal. A sabedoria está em conhecer Deus e em amá-Lo. Nunca devemos perder de vista a prioridade: a nossa própria vida interior, para que venham verdadeiros frutos e os corações sejam verdadeiramente incendiados.