Os testes que estão sendo realizados para desenvolvimento de mais de 200 vacinas experimentais em todo o mundo são muito heterogêneos e muitos dependem de tecnologias emergentes – algumas delas com abordagens nunca testadas em seres humanos – o que requer cautela e respeito aos Protocolos Técnicos de Segurança já consagrados para desenvolvimento de vacinas, os quais não foram, nos estudos em andamento, devidamente acatados a curto e médio prazo, visto que etapas de pesquisa e avaliação foram drasticamente encurtadas ou fundidas a outras.

Apresentação: Cleonice Macedo Kamer