Nós não subimos dos abismos de nossa alma por nossa força, subimos porque estamos sendo carregados. Os padres do deserto falavam que em toda história, em todo o universo existe um cordão vermelho que é o sangue de Jesus Cristo que desce aos buracos de nossa vida.

Muitas vezes, pensamos que Deus nos esqueceu, quando nos encontramos e nos sentimos nesses buracos, quando não somos capazes de mais nada, porém, aí se manifesta a maior graça que o ser humano pode ter.

O mundo não quer que a gente entre nos buracos existenciais, porque se entrarmos nas profundezas dos abismos clamaremos ao Senhor e Ele nos salvará. O mundo não quer que tenhamos angústias, não quer que fiquemos fracassados e por isso, nos joga ilusões o tempo todo, mas a grande graça é quando chegamos no fundo do poço, onde já não podemos mais nada e nos sentimos nada, é ali que começa a verdadeira vida, porque a vida está Naquele que vem, que derrama Seu sangue para nos salvar. É Jesus, que saiu de Deus, desceu do céu e veio na carne para nos resgatar de nossos abismos.