Jesus na Cruz não sofre por seus próprios erros, mas assume nossa condição pecadora, Ele está interessado na nossa salvação eterna e Sua maior dor é saber que muitos não iam aceitá-Lo como Salvador de suas vidas.

Ele assume sobre si os pecados da humanidade diante da Justiça Divina, leva consigo nossa miséria para abrir-nos o caminho para o Pai, na Sua natureza divina nos traz Deus e na Sua natureza humana, nos leva para Deus.

Devemos deixar que Jesus seja o Senhor de nossa vida, aceitar o que Ele é e o que veio fazer em cada um de nós, deixar que Ele nos transforme, reconhecer que somos criaturas, que dependemos Dele e do Seu Amor, e apenas perdendo a nossa vida Nele que podemos ganhá-la, darmos a Ele o primeiro lugar e tomarmos a consciência de que sem Ele nada somos e sem Ele não entraremos no Céu.