A alegria de Jesus é dar-nos o Seu Espírito, porque só com o Seu Espírito nos tornamos filhos de Deus. Quando, diante do túmulo de Lázaro, Jesus chorou pela dor da morte de Seu amigo, Ele disse: “Pai, sempre me ouves” e ordenou: “Tirem a pedra”. Percebemos que aquilo que em nosso livre arbítrio devemos fazer, que é a nossa parte, não será feito por Deus.

Nas Bodas de Caná, Ele diz: “Encham as talhas de água”. Diante do túmulo de Lázaro, Ele Diz: “Tirem a pedra”. Aquilo que somos capazes de fazer, Ele não o fará, mas quando fazemos a nossa parte, o Impossível é a parte Dele.