Jesus deseja crescer em nós, sair através de nós, através do nosso coração. Pedro disse ao coxo: “Não tenho ouro nem prata, mas o que tenho eu te dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda!” (cf. At 3, 6). E Jesus continou crescendo tanto em Pedro, a cada dia Ele crescia mais, que traziam os doentes e colocavam-os na beira do caminho aonde Pedro deveria passar, porque a sombra de Pedro curava.

A misericórdia de Jesus faz com que Ele cresça em nós, viva em nós, para sair através de nós. Quando “deixamos” que Deus realizasse maravilhas em nossas vidas, tudo se transforma em fonte e manancial de vida e de amor. Precisamos resgatar o gosto de doar a vida, mas não de qualquer forma, mas por amor. Pedro em seu gesto para com o coxo de nascença lhe deu amor, atenção, fraternidade, mas, sobretudo, lhe deu a “vida” que é Jesus e a cura.